Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou uma vitória impressionante no GP da Hungria de 2021, consolidando sua posição como o favorito ao título do mundial de Fórmula 1. A corrida foi realizada no circuito de Hungaroring, em Budapeste, no domingo, 1º de agosto.

Apesar de partir no segundo lugar do grid, Hamilton fez uma largada impressionante, ultrapassando o pole position, Max Verstappen, logo na primeira curva e assumindo a liderança da corrida. A partir daí, ele não olhou para trás, cruzando a linha de chegada 17 segundos na frente do segundo colocado, Carlos Sainz, da Ferrari.

Esta vitória é a oitava de Hamilton na Hungria, um recorde absoluto na pista, superando a marca de Michael Schumacher. Além disso, é a terceira vitória consecutiva de Hamilton nesta temporada, e a 101ª de sua carreira, consolidando sua posição como um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1.

Com esta vitória, Hamilton também assumiu a liderança do campeonato de pilotos, ultrapassando Verstappen, que terminou em décimo segundo depois de sofrer um acidente no início da corrida. Hamilton agora lidera a tabela com 192 pontos, 8 pontos à frente de Verstappen, após 11 corridas realizadas.

Mas a vitória de Hamilton na Hungria não foi apenas uma questão de sorte ou de um bom início de corrida. Ele também demonstrou um desempenho excepcional na estratégia de pneus, estendendo o primeiro stint (período em que piloto fica com os mesmos pneus) e gerenciando seus pneus duros com maestria ao longo da corrida inteira.

Enquanto isso, seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que partiu na pole position, teve uma corrida difícil, enfrentando problemas de pneus e caindo para o quinto lugar no final. Mas sua presença na pista foi fundamental para a estratégia de Hamilton, que pôde estender seu stint enquanto Bottas segurava os outros carros que vinham atrás.

A vitória de Hamilton na Hungria foi uma exibição impressionante de sua habilidade como piloto e líder de equipe, assim como a inteligência e a estratégia da equipe Mercedes. E com a temporada de Fórmula 1 agora entrando em sua segunda metade, a luta pelo título mundial se torna cada vez mais acirrada, com Hamilton e Verstappen se alternando na liderança. Será um final emocionante para uma temporada emocionante.